Jump to content
Olá, se você gosta do nosso trabalho, deixe um comentário e dê uma reação é muito importante o autor agradece!

A terceira fase do parto


ELProfesor
 Share

Recommended Posts

A terceira fase é a expulsão da placenta. Para a maioria das mulheres e maridos, esta fase é a menos interessante de todas. Mas faz parte do processo do parto e, às vezes, acontecem coisas nesta etapa que podem ter efeitos marcantes, por isso é melhor estar informada e consciente do que implica.

 

Em muitos hospitais, a pratica habitual é uma injecção que contem maleato de ergonovina e oxitocina. Esta é administrada quando a cabeça e um dos ombros do bebé já estão cá fora, por isso irão perguntar-lhe se podem dar a injecção nesse momento. Noutros hospitais, o procedimento pode ser um pouco diferente pois, será inquirida antes do parto se pretende ou não que seja dada a injecção. Caso não queira, deverá esperar que as contracções recomecem pois isso significa que a placenta se separou da parede uterina e está a descer. Então o médico irá estimular a expulsão da placenta, puxando devagar o cordão umbilical e comprimindo, ao mesmo tempo, por cima da região pélvica para impulsionar a saída. A placenta é, então, expulsa da vagina ao que se seguem as membranas. Por vezes, sai também um coágulo de sangue. Posteriormente o médico deve examina-la para se certificar que não restou nada dentro do útero, caso contrário podem ocorrer hemorragias.

 

 

É melhor informar-se sobre qual é o procedimento normal no hospital que escolheu. Se não quer levar a injecção, escreva-o na sua planificação do parto, para que o médico saiba antecipadamente. Uma vez que o momento em que é administrada a injecção é muito importante, não pode deixar para a hora a discussão sobre os prós e os contras, devendo decidir com calma e previamente se quer, ou não, fazer a expulsão da placenta com injecção.

 

Independentemente da escolha relativa à expulsão da placenta, se pretende que o cordão umbilical seja cortado pelo pai, não se esqueça de alertar o médico para esse facto.

 

Quais são as opções em relação à expulsão da placenta?

 

Existem alguns pontos que deve ter em atenção antes de decidir:

 

- É relevante para si o tempo que poderá demorar até a placenta ser entregue?

Sem a injecção leva mais tempo, talvez cerca de uma hora.

- Gostaria de ter alguns momentos tranquilos com o bebé logo após o nascimento? É possível que haja bastante azáfama à sua volta caso tome a injecção.

- O que pensa de perder sangue? Vai perder sangue de qualquer das maneiras mas se não tomar a injecção, perde mais – cerca de meio litro. No entanto, lembre-se que uma mulher grávida tem muito mais sangue no seu corpo do que o habitual.

- O que é melhor para o bebé? Esta questão não será muito relevante na medida que não irá prejudicar o bebé.

- Está preocupada com os efeitos secundários? Pode sentir-se enjoada, elevar a tensão arterial ou ter dores de cabeça.

- Existe alguma situação em que seja aconselhável a administração da injecção?

Sim, caso tenha estado anémica na gravidez ou tenha tido uma hemorragia; se o parto foi provocado ou acelerado pelos médicos; se tomou medicamento para as dores ou a epidural; se foram usados fórceps ou ventosas; se forem gémeos ou mais; se a tensão arterial subiu muito (embora neste caso possam ser administrados medicamentos).

Link to comment
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
 Share

×
×
  • Create New...